ga(\'set\', \'userId\', {{USER_ID}}); // Defina o ID de usuário usando o user_id conectado.

CenTev recebe visita de estudantes como atividade da Semana Arthur Bernardes

Publicado em
O motivo da ação é passar conhecimento sobre a história do local para os jovens estudantes.

Na última terça-feira (09) o Centro Tecnológico de Desenvolvimento Regional de Viçosa (CenTev) por meio do Núcleo de Desenvolvimento Social e Educacional (Nudese) recebeu, entre outras escolas, o 9° ano da Escola Municipal Ministro Edmundo Lins.

A visita é uma iniciativa do Nudese, que foi promovida com o intuito de complementar as atividades da Semana Arthur Bernardes, evento de comemoração do nascimento do ex-presidente e nativo da cidade de Viçosa, Arthur da Silva Bernardes.

Para conhecer a história da antiga Escola Agrícola Arthur Bernardes, vinculada à extinta Fundação Nacional do Bem-Estar do Menor (Funabem) - que funcionava nas dependências onde hoje é o CenTev - os alunos, acompanhados da Professora Cristina Sueli dos Santos, assistiram a uma exposição de fotografias, complementada por explicações sobre como funcionava o local durante o período de existência.

Sobre a Fundação

Em 1918 foram criados patronatos para o atendimento de menores. Em Viçosa o Patronato Agrícola foi criado por iniciativa do Dr. Arthur Bernardes. A construção do edifício sede, na localidade denominada Fazenda da Vargem, começou em 1º de junho de 1926 e foi concluída em 7 de novembro de 1927. O primeiro diretor do patronato foi o Sr. Carlos Araújo de Moreira, que foi substituído em 1932 por Luiz Rocha Vianna. Esteve sob jurisdição do Ministério da Agricultura, Indústria e Comércio até 1934, quando passou a ser denominado Escola Agrícola Arthur Bernardes. Com a criação do Serviço de Assistência a Menores (SAM) a escola passou a ele ser submetida. Entre 1941 e 1965 a escola foi dirigida pela professora Anna da Conceição Saraiva Brandi – Dona Nanete. Em 1964 passou a integrada a Fundação Nacional de Bem-Estar do Menor (FUNABEM), passando a ter diversos diretores. Além da educação básica, foram ministrados diversos cursos profissionalizantes. A maioria dos internos era então formada por menores do estado do Rio de Janeiro. Em 1987 passou por reformulação e passou a ser ligada a Secretaria de Estado da Educação de Minas Gerais, passando a atender jovens da microrregião de Viçosa. Em 1997 a escola foi municipalizada sob o nome de E.M. Dona Nanete. No início dos anos 2000 a mesma mudou-se para prédio próprio e a antiga sede do patronato passou para a Universidade Federal de Viçosa. O prédio sofre uma grande reforma e em 2011 foi inaugurado o Parque Tecnológico de Viçosa.

A edificação principal foi tombada pelo município pelo valor cultural e histórico das instituições que abrigaram. Além disso, o prédio de tamanho grandioso é uma referência local na paisagem. As reformas sofridas pelo imóvel através dos tempos o descaracterizaram. Na última reforma, para adaptá-lo à nova função, diversas características foram recuperados, além de ter sido inserido novos elementos, que o fazem uma referência local em reformulação de usos do patrimônio histórico.

Fonte: http://www.vicosa.mg.gov.br

Galeria de Imagens